segunda-feira, 25 de julho de 2016

Como se preparar para concursos públicos

Preparação para concursos públicos


A preparação para um concurso público envolve dois grandes objetivos, enquanto um deles é mediato, o outro é imediato. O primeiro corresponde ao fim maior do processo, que é a busca da aprovação. Já o segundo tem por finalidade a apropriação intelectual e cognitiva de um conjunto de conhecimentos e informações passíveis de solicitação durante a realização da prova.

A ideia do alto rendimento na preparação para concursos envolve a preocupação do candidato com três aspectos fundamentais que correspondem aos chamados eixos conceituais da preparação, que compreendem o planejamento, a aprendizagem, e a gestão das condições emocionais.

O planejamento


Sem um planejamento, não há como sistematizar e organizar o processo de implantação de esforços direcionados à preparação de um concurso. É preciso que o candidato compreenda que esse processo deve ser encarado como um empreendimento. Ademais, trata-se de uma iniciativa de natureza cognitiva e intelectual.

A tarefa demanda esforços e investimentos, inclusive do ponto de vista financeiro, seja por meio da aquisição de material bibliográfico ou de um curso preparatório.

Dentro do conceito por trás do planejamento citado, faz-se essencial que o candidato não seja um refém do edital, mas sim de seu próprio plano desenvolvido. Naturalmente, o edital terá importância, inclusive do ponto de vista estratégico na estruturação do planejamento, que detêm dois pilares substanciais: objetivo e programa. O segundo corresponde ao objeto de conhecimento a ser apropriado intelectualmente pelo candidato, ou seja, as matérias e seus respectivos conteúdos. Assim, torna-se fundamental que haja a incorporação do programa do edital ao planejamento.

Preparação de alto rendimento


A ideia do alto rendimento compreende a apropriação de um conceito que provém do desporto profissional, desenvolvido com base em uma formulação construída pelo técnico de vôlei Bernardinho.

Assim, o candidato que espera a publicação de um edital para começar a se preparar é comparável ao pretenso atleta de alto rendimento que aguarda a chegada das partidas eliminatórias para se mobilizar. Portanto, o ideal é que, quando o edital for lançado, o candidato já tenha concluído o planejamento previamente desenvolvido. Em resumo, a chamada preparação de alto rendimento abrange um período de longo prazo. Além disso, a publicação do edital deve ser encarada apenas como mais uma etapa de todo o processo.

A aprendizagem


Em segundo lugar, o candidato deve se atentar aos processos de aprendizagem. Se a preparação para um concurso público corresponde a um processo de apropriação intelectual e cognitivo de informações, as quais tendem a ser solicitados na prova, torna-se fundamental utilizar métodos de aprendizagem adequados.

Gestão das condições emocionais


Em terceiro lugar está a necessidade de gerenciar as condições emocionais. Se o candidato não observar esses aspectos (que abrangem outros fatores, como motivação, disciplina, crença na aprovação e perseverança), dificilmente ele terá condições de se manter firme em sua trajetória.

Feira da Carreira Pública


As pessoas devem compreender que o concurso público é um instituto republicano, democrático, e destinado a garantir a isonomia e o livre acesso aos cargos públicos. Porém, não basta que essa regra fundamental esteja disposta no texto constitucional brasileiro. É preciso garantir meios para que todos aqueles que pretendam ingressar na carreira pública tenham condições isonômicas para disputarem um certame.

Nesse contexto, determinados eventos, como a Feira da Carreira Pública, proporcionam uma contribuição cidadã à sociedade no sentido de reunir pessoas e instituições que tenham como objeto conceder informações àqueles que desejam ser aprovados em concursos públicos.

Leia o post a seguir para conferir alguns dos concursos abertos no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário